Curiosidades Tailândia – Antropoentomofagia! Oi? Comer Insetos!!

Perguntei-me por muito tempo se era verdade que os tailandeses comiam insetos, e se comiam qual era a origem deste hábito, ou seja, porque comer insetos? Sempre vi em documentários, que os insetos faziam parte da gastronomia de vários países, entre eles a Tailândia, PORÉM, vindo morar aqui em Bangkok, posso afirmar que quase não se vê barraquinhas de insetos. Só as vemos em alguns pontos turísticos, como Khao San Road, e sempre com preços absurdos, E uma curiosidade! Nunca vemos tailandeses por perto, só turistas no dilema de comer ou não e tentando tirar fotos, o que, aliás, é proibido, a não ser que você compre as iguarias. Por isso mesmo que pensei por muito tempo que eles seriam quase que exclusivamente para os turistas verem e se divertirem com os amigos.

Pensando nisso, achei que fazer um post sobre o assunto seria um algo somente curioso sobre a cidade onde moro atualmente, e para a minha surpresa, esse post vai ser mais do que insetos na Tailândia, mais sim sobre insetos na alimentação mundial. Isso mesmo, você leu certo, MUNDIAL. Porém vamos começar pelo oriente e depois chegamos em casa =D

DSCN0045

Aqui em Bangkok, sendo uma cidade grande, os moradores já não apreciam tanto os insetos em sua gastronomia, porém em regiões do interior do país, principalmente mais ao norte, ainda é muito comum o seu consumo, aliás, dizem que são muito apreciados como aperitivos e que bem temperadinho ficam ótimos pra se tomar com uma cervejinha super gelada e com muito gelo ;D.

Muitos pensam assim como eu, que os insetos somente foram consumidos há muito tempo atrás pelos orientais, principalmente por causa da escassez de alimento, e que os insetos entraram como fonte de proteína, e assim a população não morreria de fome. Porém a tradição continua forte em diversas regiões, aliás, nestas regiões existe uma alta demanda em alguns períodos específicos, tais como o ano novo budista. 

Ou seja, podemos dizer que o consumo ainda está bem enraizado e não se perdeu em algum momento distante da história. China, Malásia, Laos, Tailândia, são alguns dos países asiáticos que ainda mantem essa tradição. Aliás, alguns países não asiáticos também consomem insetos, e até o Brasil entra nessa lista.

DSCN0046

Vale ressaltar que o hábito de consumir insetos se perdeu um pouco nas grandes cidades, para seus habitantes, a degustação desses alimentos também já recebeu a mesma conotação que nós do ocidente temos, que insetos não são para se comer, que fariam parte de nossa alimentação somente em situação de extrema necessidade.

Porém este estigma pode mudar nos próximos anos. Tenho acompanhado diversas reportagens e artigos afirmando que os insetos poderão voltar a fazer parte da nossa alimentação em um futuro não muito distante. Isso não quer dizer que iremos substituir tudo por insetos, mais que eles talvez façam um “combo” com as outras proteínas que já estamos acostumados a consumir.

Só para vocês não acharem que eu sou só uma louca aqui falando algumas asneiras, existem mais de dois bilhões de pessoas que já incluíram o consumo de insetos em suas dietas. 2 BILHÕES, incluindo Ásia, África, América Latina.

Estão vendo, não é um número insignificante e sem nenhum tipo de significado, é quase 1/4 da população mundial. E pra você já ficar por dentro, e não ficar perdido, o nome correto para o consumo de insetos é Antropoentomofagia.

Beetlemania

Vou afirmar aqui, que não sou adepta desse tipo de alimentação, porém existem diversos pontos que devem ser analisado. Por exemplo, A Universidade de Oxford, Nações Unidas e outras entidades já afirmaram que os insetos são mais saudáveis que a carne vermelha, frango e porco, e que é preciso de uma porção muito menor para suprir as necessidades proteicas do nosso corpo. As Nações Unidas ainda afirmam que o consumo de insetos pode combater a fome mundial e a obesidade.  Além de que, o impacto ambiental é muito menor, já que quantidade de água, desmatamento e emissão de gases são muito menores para a produção de insetos. E como a população mundial continua crescendo exponencialmente e com previsões ainda assustadoras, chegará um momento que algo terá que mudar, pois a produção talvez não consiga acompanhar.

Fortes argumentos não acham? Nunca experimentei e hoje nem incluiria insetos em minha dieta, mais como cada dia novas tendências surgem e são rapidamente absorvidas por todos, quem sabe não é mesmo? Novamente vou ter que usar aquela frase clássica de quem gosta de gastronomia, nunca diga nunca!

150630131139-cricket-milkshake-780x439

Algumas marcas até já se anteciparam e já perceberam um novo nicho, aliás, já existem diversos produtos que incluem os insetos em seus ingredientes principais e por incrível que pareça foram muito bem aceitos por uma parcela de consumidores. Por exemplo, uma marca utilizou a ideia como uma brincadeira no “dia da mentira” americano e percebeu que o seu produto era bem aceito e que muitos tinham interesse.

Que tal um milk-shake com grilos? E barrinhas de cereais com uma “crocância” a mais?

E aí, você encararia incluir os insetos em sua dieta? Deixe seu comentário ai em baixo e não se esqueçam de curtir nossa página no Facebook, assim você fica sabendo em primeira mão os novos posts.

Segue alguns artigo para vocês sobre Antropoentomofagia:

 

Anúncios

Deixe um comentário!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s